logomarca

O QUE DEUS ESPERA DO HOMEM

imprimir tamanho da letra: A- normal A+

O QUE DEUS ESPERA DO HOMEM

Gênesis 18:18-19. “visto que Abraão certamente virá a ser uma grande e poderosa nação, e nele serão benditas todas as nações da terra? Porque eu o escolhi para que ordene a seus filhos e a sua casa depois dele, a fim de que guardem o caminho do SENHOR e pratiquem a justiça e o juízo; para que o SENHOR faça vir sobre Abraão o que tem falado a seu respeito.”

 Hoje vamos, especificamente, falar sobre o que Deus requer para fazer da nossa vida, do nosso lar, do nosso casamento, dias de céus na Terra. Deus disse que Abraão iria ter uma grande e poderosa Nação.

Por que Deus escolheu Abraão para ser o pai de todos, na fé, e para ser o futuro do mundo em termos espirituais? Deus escolheu Abraão porque ele era um homem que vivia em Aliança com Deus e que cumpria a Sua Palavra. Abraão era um homem que acreditava nas promessas de Deus, mesmo quando ele esperou contra a esperança. Abraão foi escolhido para ser o pai da vida espiritual de todos nós, porque a Palavra de Deus era a razão da sua vida. O seu sim era sim, e o seu não era não. Essas foram as razões porque Deus o escolheu para ser a referência do mundo espiritual.

Deus criou, em nosso Ministério, algo muito importante que foi a Revelação da Graça. Com a Revelação da Graça, Deus pode exigir do homem total integridade. E mais do que isto: Deus quer que Seu povo, os homens evangélicos, os homens de Deus, sejam íntegros com a esposa, com a família. Homens que, como Abraão, vivam em Aliança com Deus. Deus quer e exige homens leais, fiéis a sua esposa, de caráter, que não vivam alienados na Igreja, que não vivam de costas para os ensinamentos de Deus, que não vivam alienados do cumprimento das regras divinas para a família. É isso que Deus quer de cada um de nós, homens de Deus.

Milhares de famílias têm se fragmentado porque não cumprem essas regras de ambas as partes. O divórcio tem sido uma tristeza dentro da obra de Deus, apesar de restritamente permitido, somente em caso de adultério ou de impiedade, maus tratos e agressões da outra parte.

O adultério e a impiedade têm quebrado as regras da família.

Há pessoas que se casam, tendo altas expectativas, mas não se preparam para casar. E, em função disso, logo depois das primeiras semanas, dos primeiros meses, muitas vezes, o diabo já começa a lançar idéias de incompatibilidade de gênios entre o casal. Isso é inaceitável para a obra de Deus!

Não podemos entender o que é o casamento sem entender o que é uma Aliança. Casamento é uma aliança. Aliança é a Palavra mais importante em toda a Obra de Deus. Deus não faz algo significativo sem primeiro fazer uma Aliança. A Aliança é o fundamento, o alicerce da nossa relação com Deus. Aliança é o alicerce do cristianismo. Esse contrato, esse acordo, no qual Deus estabelece regras, diz que nós devemos cumpri-las e, em função disso, existe bênção para a nossa vida.

Deus nunca quebrou uma Aliança. Ele fez várias delas, mas nunca quebrou nenhuma. Vê o que diz Deuteronômio 7:9: “Saberás, pois, que o Senhor teu Deus é Deus, o Deus fiel, que guarda a aliança e a misericórdia até mil gerações aos que o amam e cumprem os seus mandamentos.”

Ora, uma geração, normalmente, é de cinqüenta anos. Deus guarda até mil gerações, então Deus guarda cinqüenta mil anos a Aliança que fez comigo e contigo. Lê o Salmo 89:34.

Então, se Deus garante a Sua Palavra até cinqüenta mil anos na minha vida e na tua vida, quer dizer que a Aliança de Deus é o solo onde floresce a Sua glória. É a chave do Antigo e do Novo Testamento. Aliança é o segredo da Revelação divina, é o segredo do Poder de Deus, da prosperidade, da cura, da saúde; é a essência da salvação. Lê Colossenses 1:13-14.

O que Deus quer, em primeiro lugar, de um evangélico?

Deus quer um homem de Aliança, casado com uma mulher de Aliança. Tu sabes que, quando tu estás em acordo com Deus, quando tu cumpres e obedeces aquilo que Deus determina, a vida é uma bênção. Amado, esse é o segredo de uma vida bem-sucedida. Aliança é o segredo de um casamento bem-sucedido.

O que significa o casamento em aliança?

É o acordo entre duas vontades que resultam numa só vontade. É por isso que o casamento é uma aliança. Duas pessoas, quando entram pelas alas da Igreja para irem ao altar, estão deixando o último estado de individualidade, aos olhos de Deus. A partir do momento em que elas dizem: “Sim”, entram em aliança inseparável. A Bíblia diz que elas se tornam uma só carne. E a Bíblia diz que só a morte pode separar.

Quando um casal casa dentro das normas estabelecidas por Deus, esse casamento se torna indissolúvel, porque duas pessoas se rendem à vontade uma da outra, estabelecem um pé de igualdade para sempre. Quem não compreende isso, para mim, não deveria casar. Casamento é uma aliança de sangue, não pode ser quebrado.

No Antigo Testamento, Deus levava tão a sério a questão do casamento, que a moça, para se casar, deveria ser virgem. E, quando havia o rompimento do hímen, na sua primeira relação, e o lençol trazia a marca de sangue, aquela marca era a aliança do casamento.

No Antigo Testamento, quem praticasse o adultério era apedrejado. Por quê? Porque quebrava a aliança. Quando nos casamos, fazemos uma aliança com a nossa esposa, com o nosso marido e com Deus. E Deus vai se lembrar dessa aliança eternamente.

Diz Provérbios 6:32: “O que adultera com uma mulher está fora de si; só mesmo quem quer arruinar-se é que pratica tal cousa.”

Ou seja, uma pessoa que quebra a aliança de um casamento está fora de si. Hoje, já não se apedreja mais como se fazia no passado, mas Deus têm as suas formas de corrigir essas situações. Quer ver o que acontece com uma pessoa que quebra essa aliança? Provérbios 28:9: “O que desvia os seus ouvidos de ouvir a lei, até a sua oração será abominável.”

Um homem ou uma mulher que adultera, Deus não ouve mais as suas orações. Deus não responde a nenhuma súplica. As bênçãos são cortadas. A prosperidade é cortada. Deus não ouve as orações, porque se quebrou a aliança do casamento. Aos olhos de Deus, o que estou te ensinando é sério. Quando alguém tem a ousadia de quebrar a aliança do casamento, traz ruína à sua vida, traz desastre à sua vida. Deus é misericordioso, mas não isenta a pessoa das conseqüências. Lê Romanos 1:28-32: “E, por haverem desprezado o conhecimento de Deus, o próprio Deus os entregou a uma disposição mental reprovável, para praticarem cousas inconvenientes, cheios de toda injustiça, malícia, avareza e maldade; possuídos de inveja, homicídio, contenda, dolo e malignidade; sendo difamadores, caluniadores, aborrecidos de Deus, insolentes, soberbos, presunçosos, inventores de males, desobedientes aos pais, insensatos, pérfidos, sem afeição natural e sem misericórdia. Ora, conhecendo eles a sentença de Deus, de que são passíveis de morte os que tais cousas praticam, não somente as fazem, mas também aprovam os que assim procedem.”

Quando uma pessoa está errada, ela procura a aprovação dos errados, e quando uma pessoa certa aprova o erro de uma outra pessoa, ela se torna errada. Tornam-se passíveis de morte. Sabes quantos maridos tiveram quebra de casamento e quantas mulheres contraíram doenças malignas e transmitiram-nas aos seus parceiros e a morte chegou à família? Sexo seguro não é com camisinha. Sexo seguro é com o marido e com a esposa. Infelizmente, vivemos numa sociedade em que sexo é coisa fácil. Amado, sexo é para ser feito dentro do casamento. Quem faz fora do casamento é inconseqüente, é passível de morte.

O que Deus quer de um homem evangélico?

Um homem de aliança e que seja um homem de fé. Diz a Palavra de Hebreus 11:8: “Pela fé Abraão, quando chamado, obedeceu, a fim de ir para um lugar que devia receber  por herança; e partiu sem saber para onde ia.”

Tu és um homem de Deus, deves ser um homem de fé. Tua mulher quer que tu sejas um homem de fé, acredite e obedeça. Noventa e nove por cento dos crentes acreditam na Bíblia, menos de nove por cento praticam-na. Há muita gente que acredita em tudo que eu digo, mas muito poucos vivem e praticam o que eu ensino. Lê Marcos 10:17-22.

Tiago 2:19 diz: “Crês, tu, que Deus é um só? Fazes bem. Até os demônios crêem e tremem.” Então, não é o crer. Lê Tiago 1:22.

Muitos homens de Deus estão se enganando, porque, quando tu maltratas a tua esposa, não estás praticando a Palavra de Deus. Quando tu desonras a esposa, não estás praticando a Palavra.

Muitos ainda não viram as promessas. Crêem, mas não obedecem, por isso, Tiago 2:17 diz: “Assim, também a fé, se não tiver obras, por si só está morta.”

Quer dizer que eu posso acreditar em tudo, mas, se não cumprir a Palavra no que diz respeito à fé, no trato, na relação com a minha esposa, o que eu faço é morto.

Muitas pessoas ainda não viram as promessas, porque não obedecem. Obedecer é melhor do que sacrificar.

Vamos ver o que diz I Samuel 15:22: “Porém Samuel disse: Tem, porventura, o SENHOR tanto prazer em holocaustos e sacrifícios quanto em que se obedeça à sua palavra? Eis que o obedecer é melhor do que o sacrificar, e o atender, melhor do que a gordura de carneiros.” A obediência é muito melhor do que o sacrifício.

Isaías 1:19 diz:“Se quiserdes e me ouvirdes, comereis o melhor desta terra.”

Tu precisas crer e ouvir Deus. Ou seja, toda pessoa que obedece a Deus recebe o melhor da parte de Deus. Meu amado, crê, confia e obedece. Pois não há outro caminho para a felicidade, para a saúde e para a prosperidade. Lê Deuteronômio 28:1-2, 11-13.

Eu digo como disse o meu colega na pesquisa que ele estava fazendo a respeito disso. Muitas pessoas chamam Jesus de Mestre, mas não O obedecem. Muitos dizem que Ele é a Luz, mas não O vêem. Muitos O chamam de minha vida, mas não O desejam. Muitos chamam Jesus de sábio, mas não seguem as Suas Palavras. Muitos chamam Jesus de querido, mas não O amam. Muitos O chamam de riqueza eterna, mas não têm coragem de pedir. Chamam de Deus Gracioso, mas não crêem em Deus. Chamam de Poderoso, mas não O servem. Chamam de Justo, mas não O temem. Chamam de Pai, mas não oram e não têm intimidade.

Tu sabias que noventa e cinco por cento da Igreja de Cristo no Mundo não ora. Vinte e três por cento dos líderes oram dez minutos por dia. Um por cento ora de uma hora para cima.

Deus quer que os homens sejam de aliança, de fé, crentes, obedientes. É isso que Deus espera de ti.

Deus quer que tu ames e cuides de tua família. O que é uma família à luz da Bíblia? É quando o marido e a mulher, casados, vivem debaixo do mesmo teto com os seus filhos ao redor da mesa em obediência ao Pai. Isso é família. Família é quando o marido e a mulher têm valores cristãos e obedecem a Deus e não aceitam os valores do mundo. Isso é família. Tu não podes aceitar, como homem de Deus, o homossexualismo, o lesbianismo, o casamento entre o mesmo sexo, o aborto livre, o divórcio por incompatibilidade de gênio. Tu não podes aceitar, se não tu não és família. Há muita gente que tem um lar e uma casa, mas não tem família. Família é um lugar de amor, de união, de cuidados mútuos, de bondade, de fidelidade. Família é lugar de escola de oração. Família é uma escola de sabedoria. É na tua família que deve começar a Igreja. É na tua família que se ensina o que é bom, o que é mau, o que é aceitável, o que é rejeitável. É na família. Família são aquelas que aceitam os ensinamentos de Jesus, onde se compartilham alegrias, onde se compartilham tristezas, onde se ora juntos, onde se chora abraçados, onde pai e mãe se amam e se respeitam. Isso é família. Onde marido e mulher se respeitam, se reverenciam, onde não se ignoram os pais velhos. Não podemos aceitar que uma pessoa da Igreja chegue à velhice e seja deixada de escanteio, desculpe a expressão popular. Foi bom enquanto era novo e, depois que envelhece, é jogado num asilo. Quantos velhos estão aí atirados nos asilos tendo filhos engenheiros, com uma vida poderosa financeiramente, e, como papai é chato, é quadrado, colocam-no em um asilo de velhos e vão visitá-lo no natal. Isso não é família. Quem de nós admitiria saber que, ao chegar à velhice, vai ser abandonado pelos filhos? Isso é família de Deus? Deus espera isso de ti, meu amado? Não pode um homem da Igreja ignorar os velhos pais ou os velhos sogros. Família é onde as pessoas sentem que se pertencem. Família é onde se vê os anjos protegerem e abençoarem, porque se fala em casa de cristianismo. Família evangélica sabe que o amor é a coisa mais importante, e, durante as refeições e durante os encontros familiares não se fala mal da Igreja ou do Pastor para o irmão. Isso é família. É onde um homem ama uma mulher, é onde uma mulher ama um homem. Família é quando o homem deseja voltar para casa, porque é recebido por uma esposa que o honra. Isso é família. E é isso que vamos lutar para que aconteça em todos os lares.

“Pastor e o que Deus está procurando mais em mim como homem, como pai, como marido?” Que tu sejas amoroso. Efésios 5:25 diz “Maridos, amai vossa mulher, como também Cristo amou a igreja e a si mesmo se entregou por ela,”.

Meu amado irmão, se tu não amas a tua esposa como Deus a ama, tu estás em rebelião contra Deus. Tu tens que amar a tua mulher como Cristo amou a Igreja. Tu pensas que Cristo ama pessoas perfeitas? Nenhum de nós é perfeito. Muita gente vive dando desculpas para tudo.

Agora, e o respeito à vida da mulher. É muito simples. A mulher não foi feita para ser maltratada.

Há muita gente com altas expectativas, mas não se prepara para nada, tem baixo preparo. Uma pessoa, quando namora, já sabe se a outra tem mau hálito, se não tem mau hálito, se tem chulé, se não tem chulé, se tem dente podre ou se não tem dente podre, se tem caspa ou se não tem caspa. Quando a pessoa está namorando, não vê nada disso?

Deus quer que os maridos sejam totalmente fiéis. Eu disse: totalmente fiéis. Totalmente quer dizer o quê? Quantos por cento? 101 por cento. Olha o que diz Malaquias 2:13-16: “Ainda fazeis isto: cobris o altar do SENHOR de lágrimas, de choro e de gemidos, de sorte que ele já não olha para a oferta, nem a aceita com prazer da vossa mão. (14) E perguntais: Por quê? Porque o SENHOR foi testemunha da aliança entre ti e a mulher da tua mocidade, com a qual tu foste desleal, sendo ela a tua companheira e a mulher da tua aliança.  (15) Não fez o SENHOR um, mesmo que havendo nele um pouco de espírito? E por que somente um? Ele buscava a descendência que prometera. Portanto, cuidai de vós mesmos, e ninguém seja infiel para com a mulher da sua mocidade.  (16) Porque o SENHOR, Deus de Israel, diz que odeia o repúdio e também aquele que cobre de violência as suas vestes, diz o SENHOR dos Exércitos; portanto, cuidai de vós mesmos e não sejais infiéis.”

Eis as duas formas restritas e muito tristes que Deus permite a separação. Primeiro, quando há repúdio. Duas pessoas casadas, sendo que uma delas, por fora, mantém uma vida sexual com uma outra pessoa. Isso se chama repudiar.

Não aceites ser humilhada. Tu és uma mulher imagem e semelhança de Deus. Não aceites ser pisada, não aceites violências, não é isso que é família de Deus.

O que disse Deus a Abraão? Gênesis 18:19: “Porque eu o escolhi para que ordene a seus filhos e a sua casa depois dele, a fim de que guardem o caminho do SENHOR e pratiquem a justiça e o juízo; para que o SENHOR faça vir sobre Abraão o que tem falado a seu respeito.”

O homem deve colocar ordem com a instrução bíblica. Portanto, meu amado, se tu não lidares com tua esposa com a verdade, se tu abusares da esposa, ou a ignorares, ou fores desleal, isso é rebelião contra Deus. Tu vais perder tempo em orar, em ler a Bíblia, ou em ir à Igreja. Nada acontece na vida.

Estamos na Igreja, debaixo do Espírito de Deus para corrigir isso tudo. A esposa não precisa ser maltratada, e tem muita gente que maltrata e, depois, manda perfumes. A esposa não precisa de perfume quando é maltratada. Cristo já é o teu perfume, o aroma. E saibas de uma coisa, homem da Igreja: o Senhor é o defensor da tua mulher. Até que tu trates a tua mulher como Deus diz, nada vai prosperar.

Eu vejo, às vezes, amado, os olhos de tristeza de algumas senhoras da Igreja. Tu olhas no semblante e vês: Essa senhora é maltratada, essa senhora é humilhada, é envergonhada.

Somos evangélicos, amado, e eu queria terminar, dizendo: Marido, temos que amar as nossas esposas e os nossos filhos, como Cristo amou a Igreja. E tu sabes que uma das coisas que destrói o relacionamento de um casamento é quando há egoísmo.

Quando um homem e uma mulher se casam, se casam para dividir a vida. Um homem quer uma esposa para ter seus filhos, para ter seu prazer emocional, físico.

O egoísmo não pode existir na vida de um casal evangélico.

Outra coisa: a esposa precisa ter uma mesada, nem que seja pequena, mas precisa de mesada para se cuidar. Ela precisa ter uma parte que é dela. A mulher não precisa se humilhar para ter, o marido deve ceder e dar a parte da mulher para ela se cuidar.

Amado, o que de melhor um homem pode fazer é amar sua esposa. Seus filhos ficarão imensamente gratos.

Assim seja assim disse o Senhor! Glória a Deus!

Teu Apóstolo, irmão e amigo, Miguel Ângelo.

Deixe seu comentário
Sem comentários cadastrados.

Parceiros

bispo marlon BISPO SP APOSTÓLO Reciclagem Ministerial IECVPA BISPO  curitiba